No meio do nada

Há uns dias fui para o meio do nada, fui num caminho sem destino. E como eu adoro ir, sem saber para onde.. Percorri auto-estradas, estradas secundárias, nacionais, curvas e contra-curvas, passei por subidas e descidas. Andei por momentos depressa, onde senti uma adrenalina a sair do meu corpo, mas também devagar, onde pude aproveitar…

No meio da natureza..

E assim se começa um bom dia, perdida no meio da natureza. Não interessa onde estou e com quem estou. Mas sim como me sinto a contemplar as árvores, a terra, o rio, o vento, os pássaros. É tão bom me perder a obversar a dança dos pássaros. O silêncio da manhã é de cortar…

Vida

” Começas a ganhar consciência quando vês o que não és e quando a mente começa vá aperceber-se de que não é o corpo. A mente pergunta-se: Então, o que sou eu? Serei a mão? Se cortar a mão, ainda sou quem sou, por isso, não sou a mão. Vais constatando tudo aquilo que não…